Tinoco tem candidatura para deputado estadual homologada em convenção do União Brasil

O vereador de Salvador e ex-secretário municipal de Cultura e Turismo Claudio Tinoco teve a candidatura para deputado estadual homologada, nesta sexta-feira, 5, na Convenção Estadual do União Brasil, realizada em Salvador. Ele disputará pela primeira vez uma vaga na Assembleia Legislativa da Bahia nas eleições de outubro.

“Esse é um projeto que está na origem da minha militância política e amadureceu com os anos de experiência na vida pública. Conheço bem os potenciais e os problemas do nosso estado e quero contribuir no legislativo estadual para a Bahia avançar e Salvador passar a ter um deputado que lute pela nossa gente”, explica Tinoco.

De acordo com o vereador da capital baiana, ele vai reunir a experiência em diversos cargos no executivo estadual e municipal e no legislativo de Salvador ao perfil de renovação que os baianos desejam para fazer um bom trabalho e debate na Assembleia Legislativa e ajudar na transformação da Bahia.

“Chegou a hora de levarmos a nossa experiência acumulada na transformação que ajudamos a realizar em Salvador para toda a Bahia, especialmente em setores como na educação, na infraestrutura, na cultura e no turismo”, completou.

Trajetória

Tinoco é graduado em Administração Pública pela Universidade Federal da Bahia (Ufba), possui especialização em políticas públicas pela Universidade Cândido Mendes do Rio de Janeiro e em gestão de cidades pela Universidade Estadual de Feira de Santana.

Como vereador de Salvador, no terceiro mandato Tinoco é reconhecido por obter aproximadamente 65% de seus projetos aprovados e registrar 100% de frequência e representatividade nas sessões da Câmara Municipal de Salvador, onde atualmente é Corregedor e Líder do União Brasil. Tinoco é autor de importantes leis que foram aprovadas na capital, como a Lei 8.648/14 de transparência nas obras públicas; a Lei 8.640/2013, que regulamenta o direito fundamental de acesso à informação pelos cidadãos; o Projeto de Lei Complementar 01/2016 que alterou o dispositivo da Lei Complementar 36/2004 aumentando o prazo de contratação de professores pelo regime especial de direito administrativo (Reda) de dois para quatro anos. Além da lei 8.999/2015 que trouxe a regulamentação da atividade de guia de turismo e a regulamentação dos mototaxistas, que foi fruto do Substitutivo ao projeto de Lei 67/2013, apresentado por Tinoco.

De janeiro 2017 a abril de 2020, Claudio Tinoco ocupou o cargo de secretário municipal de Cultura e Turismo, na gestão do prefeito ACM Neto. Na pasta, esteve à frente de grandes realizações, como a construção do novo Centro de Convenções de Salvador, a requalificação da Avenida Sete e Praça Castro Alves, o início da Requalificação de Stella Maris, Praia do Flamengo e Ipitanga, além de importantes ganhos para a cultura, como a Casa do Carnaval da Bahia, o início da construção do Museu da Música e da Casa da História e Arquivo Público Municipal.

Claudio Tinoco já exerceu outros cargos importantes na administração pública. Foi secretário de Infra-estrutura da Bahia, em 2006, superintendente da secretaria estadual de Educação, entre 1999 e 2003, e presidiu a Empresa Salvador Turismo (Saltur), órgão oficial de turismo da capital baiana e responsável pela coordenação do Carnaval e calendário de eventos, entre 2009 e 2012.

Compartilhe