Legislativo sedia 4ª Edição do Prêmio Líder Comunitário

A Assembleia Legislativa da Bahia (ALBA) sediou, na tarde desta quinta-feira (5), em ato realizado no Auditório Jornalista Jorge Calmon, a 4ª Edição do Prêmio Líder Comunitário, também denominada de “Vozes que se destacam”. A solenidade foi conduzida pela deputada Fabíola Mansur (PSB), autora da lei que criou o Dia Estadual do Líder Comunitário, comemorado anualmente em 5 de maio.

Para a parlamentar, a premiação é um reconhecimento ao “trabalho hercúleo” desempenhado por homens e mulheres que fazem, diariamente, o elo entre as comunidades e os órgãos públicos. “O líder é aquela ponte que eu chamo de vereador sem mandato, pois sempre dá voz às demandas de muitos. O Dia Estadual do Líder Comunitário surgiu de uma lei vinda do povo, a ideia chegou a nós pelo líder comunitário Sulivan Santos há quatro anos”, relatou Fabíola.

Sulivan Santos, por sua vez, agradeceu a presença dos demais líderes e destacou a mobilização por reconhecimento. “Não foi uma luta só minha, mas de todos nós. Isso mostra que estamos conquistando espaços. Hoje, o líder comunitário está se qualificando, temos pedagogos, médicos, enfermeiros, advogados, entre outras profissões”, mencionou o presidente da Associação Caravana Cultural dos Alagados.

Representando o segmento da imprensa, o repórter Noel Tavares, da Rádio Sociedade, enalteceu a atuação dos agentes em prol das comunidades mais carentes. “São os líderes que sabem realmente o que a comunidade enfrenta. Vocês são vitoriosos todos os dias porque conseguem reduzir o sofrimento das pessoas”, disse o jornalista.

A Secretaria de Relações Institucionais do Estado da Bahia (Serin) foi representada por Sílvia Andrade e Irlene Carvalho, integrantes da Coordenação de Articulação Social. “Estamos sempre buscando atender a cada um e cada comunidade. A gente vê a luta o carinho e o cuidado de vocês com a comunidade”, disse Sílvia. Irlene parabenizou Sulivan Santos pelo trabalho desenvolvido na capital baiana, em especial na região do Subúrbio Ferroviário. “Você é um guerreiro, um vencedor, defensor do povo sofrido. Você provou que o trabalho e a dedicação é o que importa”.

O presidente da Câmara de Salvador, vereador Geraldo Júnior (MDB), foi representado no evento pelo diretor Legislativo Carlos Cavalcanti Neto, também conhecido como Leleto. Ele frisou que o chefe do Legislativo soteropolitano possui grande apreço pelos líderes comunitários. “Sabemos que a casa do líder comunitário não tem porta, não tem muro. É quem traz para o poder público as demandas da população. Sem eles, a comunidade não teria um representante efetivo. É um trabalho fantástico feito por homens e mulheres que se doam diuturnamente”, afirmou.

Presente à solenidade, o deputado federal Bacelar (PV) ressaltou que a criação da lei que cria o Dia Estadual do Líder Comunitário vai muito além de uma homenagem individual. Para o congressista, a liderança possui função importante no país por levar as reivindicações e necessidades até as autoridades. “Eu quero destacar que esse auditório aqui tem a cara da nossa cidade. Aqui, vejo representantes da luta por educação, saúde, esporte”, constatou. Ainda durante a cerimônia, a deputada Fabíola Mansur pediu um minuto de silêncio em homenagem à Joanice Bacelar, mãe do deputado Bacelar, falecida no último dia 30 de abril, aos 88 anos.

Ao fim do ato, foram entregues certificados e troféus a dezenas de lideranças comunitárias. As homenagens são decorrentes do trabalho desempenhado pelos agentes em suas bases.

Compartilhe