Bolsonaro exalta agentes da PRF e sinaliza reajuste à categoria

Posicionamento do presidente ocorre em meio a pressões para que outras categorias de servidores públicos do país tenham reajuste de salário

O presidente Jair Bolsonaro (PL) sinalizou nesta segunda-feira (21/2) que concederá reajuste salarial para a Polícia Rodoviária Federal (PRF).

Durante cerimônia no Palácio do Planalto para anunciar ferramentas voltadas para os direitos humanos, o chefe do Executivo federal exaltou agentes da corporação, que participaram do evento.

Em sua fala, o presidente disse que a importância da PRF reflete o “valor” e o “apreço” que a corporação merece da sociedade.

“E nós temos que valorizar esses profissionais. Eu espero que a sociedade entenda que isso deva ser feito. Vivemos um momento difícil com a pandemia, lamentamos todas as mortes, mas também sofremos um baque na economia. E algumas categorias, ou melhor, todas as categorias merecem ser valorizadas”, afirmou Bolsonaro.

“E o que nós procuramos fazer? Quem a gente puder salvar lá na frente, a gente salva. E espera a compreensão das demais categorias, dos demais servidores do Brasil. O que nós queremos é reconhecer o trabalho de todos e a nossa PFR está incluída nesse rol que merece esse reconhecimento”, prosseguiu.

Orçamento de 2022
Ao sancionar o Orçamento, em janeiro, o presidente reservou R$ 1,7 bilhão para reajustes dos funcionários da União, mas não definiu as categorias que seriam beneficiadas.

A ideia inicial do governo era direcionar os recursos para agentes da Polícia Federal (PF), da Polícia Rodoviária Federal (PRF) e do Departamento Penitenciário Nacional (Depen).

A equipe econômica era contra a medida e argumentava que a concessão de reajuste poderia gerar pressões de outros setores do funcionalismo.

Compartilhe