Bahia: partidos de esquerda avançam no debate sobre Federação

Os presidentes estaduais do PSB, a deputada federal Lídice da Mata, do PCdoB, Davidson Magalhães, e do PT Bahia, Éden Valadares, se reuniram na manhã desta sexta-feira (18) para mais uma rodada de diálogo sobre a possibilidade de constituição de Federação Partidária entre as siglas. Validado pelo Supremo Tribunal Federal por 10 votos a 1, no último dia 09 de fevereiro, o instituto das Federações Partidárias pode ser homologado até o dia 31 de maio pelas legendas.

“Temos avançado muito nesta construção, sobretudo nos diálogos entre o PCdoB, PT e o PV. Com o PSB as tratativas também têm avançado e nossa expectativa é bastante positiva” afirmou Davidson (PCdoB). Para Lídice da Mata, do PSB, é preciso colocar os interesses da democracia brasileira acima de outras questões para a concretização da Federação: “São partidos importantes para esquerda e com muita tradição na política nacional. É natural que encontremos pontos divergentes, mas certamente os elementos de unidade superam essas diferenças”, concluiu.

Petistas, socialistas e comunistas baianos já realizaram uma série de reuniões, encontros e seminários sobre o tema e têm reafirmado seu entusiasmo com a possibilidade de aliança entre os partidos. “Temos uma história de parceria, de longa caminhada de lutas nos parlamentos, nas ruas e em governos. No Governo da Bahia, por exemplo, estes partidos sempre conformaram um núcleo à esquerda de sustentação a Wagner e a Rui, que contribuiu com apoio e elaboração política para nosso projeto”, destacou Éden (PT).

Compartilhe