Bruno Reis diz que é “muito pouco” prorrogação por 30 dias de custeio de leitos de UTI pelo Ministério da Saúde

O prefeito de Salvador Bruno Reis, DEM, avaliou como insatisfatória a prorrogação pelo Ministério da Saúde por 30 dias do custeio de leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI). A medida vale para todo país.

“Muito pouco (tempo). Já vamos começar fevereiro. Amanhã eu vou chamar a imprensa pra anunciar procedimentos da lavagem do Rio Vermelho e para anunciar abertura de novos leitos. Trinta dias não vai dar pra nada, pelo visto a gente vai precisar entrar pelo mês de fevereiro ampliando a estrutura de saúde para atender a demanda que aumentou muito nesse período por conta da nova variante”, opinou Reis.

Em novembro de 2020, o Ministério da Saúde também havia ampliado a oferta pelo SUS de leitos em todo país. Na época, a medida foi adotada depois que houve uma explosão de casos, logo após as eleições municipais.

Por Jones Almeida / Ana Casteli

Compartilhe