Rui Costa diz que festas não respeitam decreto e anuncia redução de público

O governador Rui Costa (PT) criticou, nesta segunda-feira,10, os organizadores de eventos e festas na Bahia por não ajudarem no cumprimento do decreto do Estado. A medida estatal, que liberava até 5 mil pessoas por evento, tornava obrigatório o uso de máscara e o acesso mediante a comprovação da vacinação contra o Coronavírus. A expecativa é que com a atualização do decreto, anunciado pelo petista na solenidade de assinatura da ordem de serviço para implantação do Hospital Ortopédico da Bahia, haja limitação de público, caindo de 5 mil para 3 mil pessoas por evento.

“Se todos tivessem respeitado os decretos e pedido a vacinação, não precisaríamos passar por isso”, afirmou o governador.
Rui Costa. “Quem organiza festa deveria colaborar. Houve muitas festas e não respeitaram uso de máscaras e não cobraram vacinação”, criticou Rui.

Nas últimas 24 horas, a Bahia registrou 776 novos casos de Covid-19 e três novas mortes pela doença. As informações são do boletim epidemiológico divulgado ontem (9) pela Secretaria Estadual de Saúde (Sesab). Além da pandemia da Covid, o estado também enfrenta uma epidemia da gripe H2N3.

Por Felipe Castilho

Compartilhe