Bruno Reis comenta sobre cancelamento do carnaval 2022: “estava claro”

Durante a entrega do pacote de obras de contenção e proteção de encostas no bairro do Rio Vermelho, nesta terça-feira, 28, o prefeito de Salvador, Bruno Reis (DEM / UB), comentou sobre o cancelamento do carnaval de 2022. O pronunciamento do governador Rui Costa (PT) anunciar que não há condições sanitárias para a realização da folia.

“Estava claro esse anúncio já havia dito a vocês que não fazem mais sentido fazer um carnaval tradicional, não justificava correr o risco de um carnaval tradicional, para ele não acontecer com todos os atores, com os principais atores envolvidos. Eles colocavam um prazo de trinta de novembro, quando trinta de novembro não teve condições de palavra se critérios ou se não critérios, eles próprios foram desmobilizados e o Carnaval por si só de acontecer “, afirmou.

“Eu já tinha manifestado a minha opinião publicamente. Que não faz o mais sentido e que a gente tinha que avaliar se valeria a pena fazer um carnaval sem a presença de todos eles. Quem faz o Carnaval não é a prefeitura, não é o governo. Nós não somos atores principais nesse processo. A prefeitura tem uma participação maior porque monta as estruturas, é responsável pelo transporte coletivo, pelas unidades de saúde, mas quem faz o Carnaval são os atores. Daniela Mercury não vai participar, Ivete, Bell, não tinha camarotes, os blocos principais afros se reuniram comigo propondo uma alternativa porque não tinha mais condições de correr o risco de ir pra avenida diante dos investimentos que vão fazer. Eu sempre disse a vocês, a prefeitura tem condições de organizar um Carnaval em trinta, quarenta e cinco dias, mas os outros atores não “.

Por Jones Almeida / Ana Casteli

Compartilhe