Vou lutar pra que o MDB fique do lado de ACM Neto, diz Geraldo Júnior

O presidente da Câmara de Vereadores de Salvador e pré-candidato a deputado federal, Geraldo Júnior, voltou a afirmar, nesta terça-feira, 19, que seu desejo é pela permanência do MDB na aliança com o grupo liderado pelo ex-prefeito ACM Neto, pré-candidato ao Governo da Bahia em 2022. O MDB tem sido cortejado pelo ex-presidente Lula e pelo senador Jaques Wagner, o objetivo é reativa a parceria com o PT estabelecida em 2002.

“Vou lutar até o final, porque é minha vontade, meu desejo, é que o partido fique do lado de ACM Neto, porque entendo que é o melhor pra Bahia”, enfatizou Geraldo.

Sobre o cenário eleitoral nacional, que aponta para uma polarização entre o presidente Jair Bolsonaro e o ex-presidente Lula, Geraldo Júnior avalia que isso terá repercussão na disputa pelo governo na Bahia.

“Há uma indefinição no cenário político nacional. Os reflexos da eleição nacional com certeza têm reflexo direto nas eleições estaduais”, observou.

O emedebista participou, ao lado do prefeito Bruno Reis, dos ministros do Desenvolvimento Regional e da Cidadania da entrega de 880 unidades habitacionais no bairro de Nova Esperança.

Por Jones Almeida / Ana Casteli

Compartilhe