Tia Má se engaja em campanha de grande marca de eletrodoméstico com foco no Nordeste

A jornalista e influencer baiana Maíra Azevedo, a Tia Má, emprestará sua credibilidade à campanha “Com você, a gente cuida”. Ela será a cara da Consul em ação especial de relacionamento com os consumidores nordestinos. Maíra tem espaço especial nas ações de conteúdo, voltado à troca de experiências e vivências sobre o cuidado, a lavagem e a higienização de roupas. Segundo pesquisa proprietária da marca no Nordeste, para os nordestinos o ato de lavar roupa vai além da higienização com as peças, é uma ação de cuidado e de afeto, diferentemente das remais regiões do país.

Por isso, em respeito à importância dos hábitos e dos simbolismos regionais no processo de diálogo com o mercado regional, a campanha aposta em uma linguagem de identificação cultural. As ações apresentam identidade visual alegre, vibrante, divertida e com inspiração no cobogó, elemento arquitetônico característico da região. Além disso, todo o discurso se baseia na rotina nordestina, do seu modo de agir, da sua pluralidade (diferentes sotaques das principais capitais – BA, PE, MA e CE) e, principalmente, no seu cuidado com a roupa.

Também integra à equipe a diretora baiana Juh Almeida, da B&Partners.co, agência que assina todo plano de ações da plataforma. Ela assina o filme “Com você, a gente cuida”. Com planejamento e circulação exclusiva para o Nordeste, todas as peças apresentam o jeitinho e o carinho que só os nordestinos têm com relação à rotina de lavar roupas. Além de cenário tipicamente regional e a forte presença de elementos culturais, o material é apresentado de forma exclusiva em quatro versões diferentes, trazendo os sotaques da Bahia, de Pernambuco, do Maranhão e do Ceará em respeito à pluraridade das sonoridades regionais.

MERCADO – Segundo dados da Kantar (2019), existe um potencial de 19 milhões de lares brasileiros a serem alcançados no segmento de máquinas de lavar roupa (4x mercado anual da categoria), sendo que 10 milhões desse volume concentrado nas regiões Norte e Nordeste. Ou seja, mais da metade da população dessas regiões ainda lavam à mão ou no tanquinho.

Compartilhe