FHC e Temer criticam ataques de Bolsonaro ao STF e ao sistema eleitoral: ‘Lamentável’

Fernando Henrique Cardoso afirmou que o presidente está se isolado e demonstrando um ‘ ímpeto autoritário’; ex-presidentes, no entanto, descartam risco de ruptura da democracia

Em evento em São Paulo nesta sexta-feira, 6, os ex-presidentes Fernando Henrique Cardoso e Michel Temer criticaram as declarações mais recentes do presidente Jair Bolsonaro em relação ao Supremo Tribunal Federal (STF) e ao sistema eleitoral brasileiro. Em debate promovido pelo Insper, FHC disse que Bolsonaro está “se isolando”. “Acho lamentável que o presidente ataque instituições, moralmente ainda se tratando das instituições que ele criticou, que merecem o nosso respeito. Não vejo um movimento da sociedade brasileira que concorde com isso. Vejo que ele está se isolando e demostrando um ímpeto autoritário, que imagino que não seja o sentimento real da maioria dos brasileiros”, disse. Para Michel Temer, as falas de Bolsonaro seriam inconstitucionais. “Esse ataque ao STF, ao Legislativo, significa uma tentativa de desarmonizar e a desarmonizar é inconstitucional”, afirmou. Embora critiquem as declarações do presidente da República, os ex-presidentes concordaram que, apesar da tensão entre os poderes, não há risco de ruptura do regime democrático no país.

Compartilhe