Alvo de inquérito do TSE, Bolsonaro sobe tom contra Barroso: ‘Não aceitarei intimidações’

O presidente Jair Bolsonaro voltou a subir o tom contra o ministro Luís Roberto Barroso, do Supremo Tribunal Federal (STF). Dessa vez, recado foi na frente de apoiadores na saída do Palácio da Alvorada, em Brasília. “Se o Barroso acha que ele pode passar por cima do artigo 5º da Constituição, das nossas garantias e direitos individuais, ele tá enganado”, afirmou, destacando que o assunto “não é o caso para mostrar que eu ou ele é mais macho”. O mandatário chegou a se irritar quando um apoiador voltou a repetir a expressão. “O negócio é sério. Não é uma briga de quem é mais macho, mas é demonstrar quem respeita ou não a nossa Constituição. A alma da democracia é o voto e o povo tem que ser a certeza absoluta que o voto dele foi para aquela pessoa, não pode ter dúvida disso”, disse, ressaltando que não vai se intimidar. “Não aceitarei intimidações. Vou continuar exercendo meu direito de cidadão, de liberdade de expressão, de crítica, de ouvir e atender, acima de tudo, a vontade popular”.

Compartilhe