Sindicato se reúne com governo do Estado e mantém decisão de professores não retomarem atividades da rede pública

A direção da APLB-Sindicato dos Trabalhadores em Educação do Estado da Bahia se reuniu na noite desta quarta-feira (28), com os secretários estaduais, Jerônimo Rodrigues, de Educação, e Luiz Caetano, de Relações Institucionais, para discutir o retorno às aulas presenciais. Na ocasião, Rui Oliveira, coordenador-geral da entidade reforçou o posicionamento da categoria de não voltar às salas de aula até que a imunização dos profissionais esteja completa.

“Nós apresentamos um documento onde consta nosso posicionamento, chamando atenção para os protocolos de biossegurança que devem ser adotados em todas as escolas. Nós pedimos também o mapeamento e a relação de todas as pessoas que já foram vacinadas em toda a rede. Foi uma reunião proveitosa, foi aberto um diálogo importante” avaliou Rui.

Os secretários ouviram os dirigentes e se comprometeram de analisar a questões. Uma nova reunião foi agendada para a próxima terça-feira (03/08). “Vamos continuar nossa mobilização, sem aulas presenciais em toda a Bahia. Estamos tendo o apoio de toda comunidade escolar. A gente espera que terça-feira o governo nos entregue essa relação para que a gente possa avaliar como caminhar mais adiante” finalizou Rui.

Compartilhe