Em pronunciamento, ministro da Educação defende retorno das aulas presenciais

Milton Ribeiro afirmou que ‘vários países’ já retomaram as atividades, citando Portugal, França e Espanha como exemplos

O ministro da Educação, Milton Ribeiro, defendeu o retorno às aulas presenciais em todo o Brasil. A afirmação foi feita durante um pronunciamento realizado nesta terça-feira, 20. “Quero neste momento conclamá-los ao retorno às aulas presenciais. O Brasil não pode continuar com as escolas fechadas gerando impacto negativo nestas e nas futuras gerações”, afirmou Milton Ribeiro. O ministro também afirmou que “vários países” já retomaram as atividades presenciais, citando Portugal, França e Espanha como exemplos, e disse que tais nações utilizam medidas de segurança para garantir o retorno. “Vários países retomaram as aulas presenciais ainda em 2020, quando sequer havia previsão de vacinação. O uso de álcool em gel, a utilização de máscaras e o distanciamento social são medidas que o mundo está utilizando com sucesso”, afirmou. Além disso, Ribeiro afirmou que a pasta não tem autonomia para determinar a volta das atividades presenciais. “O Ministério da Educação não pode determinar o retorno presencial das aulas. Caso contrário, eu já teria determinado”, concluiu.

Compartilhe