Leur diz que ACM Neto terá Salvador como vitrine para mostrar, enquanto PT, a “fadiga de 16 anos no governo”

O deputado federal Leur Lomanto Junior(DEM) ao Classe Política nesta segunda-feira, 05, disse acreditar que vá ocorrer uma polarização entre as candidaturas do ex-prefeito ACM Neto e Jaques Wagner ao governo da Bahia, em 2022.

“Hoje é natural que haja uma polarização. Hoje a candidatura de ACM Neto(DEM) representando uma renovação na política estadual e a candaidatura do PT, a continuidade de 16 anos, que vem governando a Bahia. Neto com a vitrine que tem para mostrar que foi à administração que fez em Salvador, durante 08 anos. Sendo sempre considerado o prefeito mais bem avaliado do Brasil. E mostrando que governou Salvador, mesmo tendo o presidente da República em partidos diferentes, partidos de oposição”, frisou.

Para Leur, o governo do PT terá grande dificuldade para superar a fadiga de 16 anos no comando do governo.

“A maior dificuldade é a fádiga natural de 16 anos do governo do PT na Bahia. É claro um desejo de renovação. na Bahia, nenhum grupo político se sustentou por mais de 16 anos no governo do Estado. Então, acho que essa é a grande dificuldade e também enfrentar uma candidato estremamente competitivo como ACM Neto, que está preparado, conhece os problemas da Bahia. E como eu disse, tem uma vitrine pra mostrar o que ele realizou em Salvador durante seus 08 anos de sua gestão, e trazendo toda uma renovação política que no meu ponto de vista a Bahia deseja e precisa”, finalizou o parlamentar.

Por Jones Almeida

Compartilhe