Direto de Brasília: João Roma diz estar “tranquilo” e que CPI errou ao tratar de futebol: “utilização política”

O Ministro da Cidadania, João Roma (Republicanos), avaliou que a CPI da Pandemia errou ao envolver a possibilidade do Brasil sediar a Copa América no objeto de discussão do colegiado. O ministro concedeu entrevista exclusiva ao Classe Política nesta quarta-feira (9) em seu gabinete em Brasília. O senador Humberto Costa (PT) tinha protocolado um pedido de convocação do ministro para prestar depoimento na CPI, no Senado, por ele ser o responsável pela área de esportes do governo federal. Contudo, a convocação não foi aprovada pela Comissão.

“Fico muito tranquilo, estou a 90 dias no ministério e tenho tratado com muito esmero todas as atividades do governo federal. Sou uma pessoa do parlamento, sou deputado federal licenciado, tenho trânsito muito positivo tanto na Câmara quanto no senado. Fico sempre à disposição das instituições, na defesa da legalidade e de poder tratar os assuntos com foco nos temas específicos. Me pareceu que misturar a questão de futebol com a CPI, que trata da questão de vacinação, da pandemia, me pareceu inadequado, ficou um cheiro de utilização política”, afirmou Roma.

O ministro também afirmou que se fosse convocado iria prestar esclarecimentos sem problema, mas que o requerimento não foi aprovado pelos senadores.

“Não houve aprovação, se tivesse, óbvio que iria com toda a tranquilidade para prestar os esclarecimentos que fossem devidos”, pontuou.

Por Jones Almeida

Compartilhe