CPI da Covid: Ernesto fala de participação de Bolsonaro em negociações pela cloroquina

O ex-chanceler Ernesto Araújo disse em depoimento, nesta terça-feira (18), que o Itamary buscou ajuda no exterior para importação de insumos da cloroquina pelo Ministério da Saúde.

“Em função de um pedido do Ministério da Saúde foi que nós procuramos ajudar a viabilizar uma importação de insumos para farmacêuticas brasileiras produzirem hidroxicloroquina”, disse o ex-ministro das Relações Exteriores.

Ele contou ainda que a importação ‘já estava contratada’, mas que a Índia ‘havia bloqueado as exportações’. Araújo também confirmou a presença do presidente Jair Bolsonaro.

“Naquele momento, em março, havia uma expectativa de que houvesse eficácia no uso da cloroquina para o tratamento da Covid, não só no Brasil. Havia notícias sobre isso de vários lugares do mundo. Houve uma grande corrida aos insumos da hidroxicloroquina e baixou precipitadamente o estoque de cloroquina fomos informados por isso pelo Ministério da Saúde no Brasil”, explicou.

Compartilhe