Lira prorroga restrição de circulação na Câmara até 30 de abril

Votação de propostas. Presidente da Câmara, Arthur Lira (PP - AL)

Nesta semana, Schiavinato (PP-PR), de 66 anos, se tornou o primeiro deputado federal em mandato a morrer por causa da Covid-19

O presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira (PP-AL), prorrogou nesta sexta-feira (16/4), mais uma vez, a restrição de circulação de parlamentares e funcionários no plenário, nas comissões e nas demais dependências da Casa até 30 de abril.

Esta é a terceira vez que o parlamentar prorroga as medidas restritivas na Casa, desde o último dia 18 de março, por causa da pandemia da Covid-19.

Nesta semana, o deputado federal Schiavinato (PP-PR), de 66 anos, morreu por causa da Covid-19. Ele foi o primeiro deputado em mandato a perder a vida em decorrência do novo coronavírus.

Antes, os senadores Major Olimpio (PSL-SP), de 58 anos, José Maranhão (MDB-PB), 87, e Arolde de Oliveira (PSD-RJ), 83, morreram por causa do vírus.

O Brasil registrou, nessa quarta-feira (14/4), média móvel diária de óbitos acima de 3 mil pelo quinto dia seguido. O indicador ficou em 3.015, número um pouco menor do que o registrado na terça-feira: 3.068.

Foram 3.459 mortes e 73.513 novos infectados registrados nas últimas 24 horas em todo o país. Os dados são do mais recente balanço divulgado pelo Conselho Nacional de Secretários de Saúde (Conass). No total, o Brasil já perdeu 361.884 vidas para a doença e computou 13.6733.507 casos de contaminação.

Compartilhe