Mulher de Mario Frias diz que pandemia do coronavírus é “fraudemia”

Publicitária disse também que o “problema são governadores e prefeitos”. Crítica foi feita em rede social

A publicitária Juliana Cammati da Silva Frias, esposa do secretário da Cultura, Mario Frias, disse que a pandemia do novo coronavírus, que já deixou mais de 262 mil mortos no país, é uma “fraudemia”.

Em sintonia com o presidente Jair Bolsonaro (sem partido), ela disse também que “o problema são os governadores e prefeitos”, segundo registro feito pela colunista Mônica Bergamo, do jornal Folha de S.Paulo.

O comentário, que já foi retirado ao ar, foi feito em rede social, em resposta a um seguidor, que disse à publicitária para pedir a Bolsonaro para cancelar um dos pedágios da BR-101 Sul de Santa Catarina.

“Está demais para nós. Tem quatro [pedágios] em 200 quilômetros”, disse o seguidor.

“Tenha certeza que o nosso presidente está do lado do povo”, respondeu Juliana. “O problema são os governadores e prefeitos. Essa fraudemia, só não enxerga quem não quer! Você viu os bilhões repassados aos estados? Pois é… pra cego ver…”, prosseguiu.

Reprodução/ Redes sociais/ Folha de S. PauloComentário feito pela publicitária Juliana Frias, em rede socialComentário feito pela publicitária Juliana Frias, em rede social

Compartilhe