Câmara deve votar na quarta PEC do auxílio emergencial

O presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira, (PP-AL), disse que pretende votar a admissibilidade da PEC emergencial na próxima terça-feira (9), para que haja a possibilidade da votação dos dois turnos feita pelos parlamentares na quarta-feira (10).

A proposta que abre o caminho para um novo auxílio emergencial deve ter pelo menos 308 dos 513 votos, pelo fato de alterar a Constituição.

O ministro da Economia, Paulo Guedes se reuniu com o relator do texto da PEC, o deputado Daniel Freitas e disse que”o texto está relativamente bem encaminhado”. O ministro e o deputado também reforçaram a pressa na aprovação.

Compartilhe