Átila do Congo vai à Brasilia cobrar aprovação do projeto de isenção do IPI para motoristas de aplicativos

O recém empossado vereador de Salvador, Átila do Congo(Patriota), está em Brasília nesta quarta-feira, 24, onde se reune com o deputado federal, Claudio Cajado(PP), para cobrar do governo federal, aprovação do Projeto de Lei PL n° 4768/2020 que visa isenção de IPI para os motoristas de aplicativo.

Um dos idealizadores do projeto, que tem como autor o deputado federal Claudio Cajado Átila, acredita que a aprovação vai trazer mais segurança para os motoristas por aplicativos.

“A reunião foi para viabilizar a pauta de um Projeto de Lei muito importante, que é o PL n° 4768/2020, que tem como pilar a isenção do IPI para os motoristas por aplicativos no Brasil. É um projeto que vem trazendo normas de segurança para regular as empresas, como tarifas, além de acordos importantes que vão atingir diretamente os motoristas por aplicativos na esfera nacional”, disse o vereador Átila do Congo, um dos idealizadores do Projeto de Lei, que tem como autor o deputado federal Cláudio Cajado, vice-líder do Governo Federal.

Átila é presidente do Sindicato dos Motoristas por Aplicativos do Estado da Bahia (Simactter-BA), e assumiu na segunda-feira, 22, na vaga deixada por Daniel Rios, que morreu na última segunda 15, vítima de câncer no pâncreas. Átila obteve 4.733 votos na eleição em outubro de 2020..

Compartilhe