Prefeitura de Salvador bate recorde de investimento na área da saúde em 2020

Nos últimos oito anos, município aplicou cerca de R$ 1,169 bi a mais do que o mínimo exigido constitucionalmente no setor

O setor da saúde foi uma das áreas que obteve maior investimento por parte da Prefeitura de Salvador nos últimos anos. Em 2020, mesmo com a pandemia do novo coronavírus, a administração seguiu com o processo de expansão do aporte na saúde, destinando mais de 22% do orçamento geral do município, ao mesmo tempo que deflagrou um grande volume de investimento para a construção da rede complementar temporária voltada para o enfrentamento à Covid-19.

Somente no ano passado, foram destinados R$ 291 milhões em suplementação da saúde com recursos próprios, número quase cinco vezes maior que o aplicado em 2012, quando foram aplicados pouco menos de R$ 52 milhões no setor prioritário. No acumulado dos últimos oito anos, município aplicou cerca de R$ 1,169 bi a mais do que o mínimo exigido constitucionalmente na saúde.

“Conseguimos manter o ritmo de expansão dos serviços básicos de saúde mesmo com a abertura de estruturas extras que tiveram que ser montadas por conta da pandemia. Isso atesta a grande capacidade administrativa da Prefeitura que conseguiu manter um elevado nível de investimento na ampliação dos serviços prioritários, simultaneamente a alocação de um grande volume de recursos que não estavam previstos por conta do coronavírus”, afirmou Leo Prates, secretário municipal da Saúde.

Avanços – Todo esse investimento aplicado pela gestão municipal possibilitou que Salvador figurasse como a capital brasileira que mais ampliou a cobertura da atenção básica, saltando do percentual de 18% – dezembro de 2012 – para a marca histórica de mais de 57% dos soteropolitanos assistidos pelos serviços primários.

Nos últimos oito anos foram construídas 45 novas unidades, além de 137 postos de saúde requalificados/ampliados, todos eles entregues à população totalmente equipados, com farmácias abastecidas, novos equipamentos e equipes completas. Também foram convocados mais de 5.400 novos profissionais nesse período.

Somente em 2020, foram investidos mais de R$ 23 milhões pelo executivo municipal para construção de onze novos postos de saúde, todos eles entregues à população totalmente equipados, com farmácias abastecidas, novos equipamentos e equipes completas. Além disso, outras duas unidades básica nos bairros de San Martim e Jardim das Margaridas seguem em obras aceleradas e devem ser entregues no primeiro semestre desse ano. Todo esse investimento possibilitou ainda a implantação de 255 novas equipes de saúde da família, que passou de 104 para 359 equipes completas.

Compartilhe