Nepotismo: Prefeito de Cruz das Almas nomeia irmão, sobrinha e genro secretários sem formação técnica para o exercício da função

O prefeito de Cruz das Almas, no Recôncavo Baiano, Ednaldo Ribeiro (Republicanos), nomeou quatro parentes para ocupar a chefia de secretarias em sua gestão no município. Edson Ribeiro, irmão do político, foi nomeado secretário de infraestrutura, mesmo sem formação técnica para o exercício do cargo; Sandro Brito Borges, genro do gestor, foi nomeado secretário de saúde, mesmo sem ter formação na área; Ronivon Lemos de Carvalho, cunhado de Edson Ribeiro, seu irmão , foi nomeado Secretário de Serviços Públicos e Gabriela Santana de Oliveira, sobrinha da esposa do prefeito, foi nomeada Secretária de Administração.

As nomeações foram publicadas no Diário Oficial do Município e pode ser configurada como nepotismo, além de ato de improbidade administrativa por nomear parentes, inclusive sem formação compatível para os cargos, nos quadros da Prefeitura. Apesar de brecha na Sumula Vinculante nº 13 do STF, o ato viola os fundamentos da moralidade e da impessoalidade, princípios básicos da Constituição Federal e da administração pública. A situação, comum à chamada “velha política”, deve ser investigada pelo Ministério Público, cuja promotoria de Cruz das Almas deve determinar, em breve, abertura de procedimento para apurar a legalidade destas nomeações.

Compartilhe