Paulo Azi lamenta encerramento da fábrica da Ford de Camaçari: “São quase 6 mil empregos perdidos”

O deputado federal Paulo Azi, presidente estadual do Democratas, lamentou nesta segunda-feira (11) o encerramento das atividades da fábrica da Ford de Camaçari, o que irá provocar a perda de milhares de empregos diretos e indiretos, além de queda na arrecadação. Além de Camaçari, a unidade de Taubaté (SP) da Ford também será fechada, assim como a de Horizonte (CE).

“Uma notícia muito ruim para Camaçari e para a Bahia. Expresso minha preocupação com a perda de quase 6.000 empregos e com a queda de arrecadação que impactará a economia de Camaçari e da Bahia. É momento de todas as lideranças políticas da Bahia se unirem, deixando de lado suas divergências, para tentar buscar junto à Ford alguma alternativa que impeça o fechamento da fábrica de Camaçari”, afirmou Azi.

O fechamento da fábrica deve provocar uma perda de arrecadação de Camaçari em torno de R$ 150 milhões. Azi recorda que a Ford foi uma grande conquista para o estado, há 20 anos, e, à época, provocou um salto na geração de emprego e renda, impactando diversos setores.

Compartilhe