Prefeito de Jacobina reduz salário e decide ganhar o mínimo até dezembro

Depois de tomar posse, na última sexta-feira (1), montado em um boi e vestido com roupas de vaqueiro, o prefeito eleito de Jacobina, no Piemonte da Chapada Diamantina, Tiago Dias (PCdoB), reduziu o próprio salário em 92% e decidiu que, até dezembro, ganhará salário mínimo, atualmente fixado em R$ 1.100. Esse foi o primeiro decreto assinado por Tiago, que, antes de se eleger para o executivo jacobinense, era vereador no município. Ele tambem já tinha tomado decisões incomuns mas democráticas no ambiente político e para a gestão pública, como a escolha de secretários municipais, a exemplo do da Educação, por voto e definição por professores e servidores da pasta.

“Primeiro decreto assinado e o local escolhido foi o Construindo o Amanhã. Assumo o compromisso de reduzir o meu salário para um salário mínimo. Estamos em um momento de pandemia e quero fazer a minha parte para trazer Dias Melhores para nossa cidade”, disse o político, em transmissão ao vivo no Instagram nesta segunda-feira (4).

Compartilhe