Operação réveillon termina com redução de 70% do público nas praias de Lauro de Freitas

Resultado vitorioso e balanço positivo. Foi desta maneira que o secretário de Trânsito, Transporte e Ordem Pública (SETTOP) e responsável pela operação réveillon, Smith Neto, avaliou a ação da força tarefa para garantir o cumprimento das medidas de prevenção a COVID-19. “Na noite da virada reduzimos em 95% a quantidade de pessoas que vem à praia; e durante esses quatro dias de operação conseguimos conter 70% do público que frequenta as praias da cidade”.

O principal objetivo da operação réveillon foi garantir o cumprimento do decreto municipal que proíbe a realização de festas, aglomerações e/ou poluição sonora. Para Smith a colaboração de todos os envolvidos foi essencial na execução da operação. “Nossos servidores foram incansáveis em fazer com que tudo desse certo. A divulgação das medidas e da operação também foi fundamental para este resultado positivo”.

A operação réveillon, que começou no dia 31 de dezembro e terminou às 6h desta segunda-feira (4), instalou barreiras nos principais acessos às praias de Buraquinho, Vilas do Atlântico e Lauro de Freitas, com passagem livre apenas para os moradores. “Achei maravilhoso esse trabalho da Prefeitura. Além de evitar a propagação do vírus, facilita nossa vida. Geralmente no réveillon não conseguimos nem estacionar por causa da quantidade de carros que fica nas ruas do bairro”, declarou Maria Celeste, moradora de Vilas do Atlântico há mais de 18 anos.

Morador de Feira de Santana e hospedado em Salvador, Edson Pedreira escolheu a praia de Buraquinho para passar o domingo com a família. “Aqui é mais tranqüilo principalmente para as crianças. Eu sei que está proibido ir à praia, mas é uma das poucas opções de lazer que nos restou. É preciso que as pessoas se conscientizem mais e não aglomerem”.

PARCERIA COM A PM

Smith Neto também agradeceu a parceria da Polícia Militar e do COE – Coordenação de Operações Especiais. O comandante da 52ª CIPM – Companhia Independente da Polícia Militar, major Everton Monteiro atribuiu o sucesso da operação ao alinhamento perfeito da PM junto a SETTOP e outras secretarias. “Foi um sucesso de planejamento, harmonia e sintonia das instituições”.

O major Monteiro destacou também o fato de Lauro de Freitas ser a única cidade da Região Metropolitana de Salvador que não teve ocorrências policiais durante a virada de ano. Durante todo período da operação a PM registrou apenas uma ocorrência. Uma festa foi encerrada na noite do último sábado (2) com aglomeração, drogas e dinheiro suspeito. O evento era ilegal e desrespeitava as medidas do decreto municipal de prevenção ao novo coronavírus.

Até o fim da operação, o CIMU – Centro Integrado de Mobilidade Urbana registrou a solicitação de fiscalização de 40 bares e restaurantes e 27 barracas de praia. Além disso, a equipe finalizou duas festas em residências com aglomeração, notificou um carro de som e 31 veículos particulares. A equipe de fiscais que circulou nas três praias do litoral de Lauro de Freitas restringiu o acesso às praias de 63 ambulantes e sete ônibus de turismo sem autorização da AGERBA e interditou um estacionamento irregular.

Compartilhe