PT é acusado de ameaçar candidata do DEM em Guaratinga: “sacaram arma de fogo”

A candidata do Democratas no município de Guaratinga, no sul do estado, Marlene Dantas, acusou um grupo de 15 pessoas, que estariam em três carros com adesivos do Partido dos Trabalhadores, de ameaçá-la durante caminhada de campanha na Rua da Torre, no bairro Novo Horizonte.

Segundo a democrata, um rapaz de prenome Jean Clear, perguntava por ela quando, irritado, teria sacado uma arma contra seus apoiadores. A polícia foi acionada e o grupo fugiu do local. O Boletim de Ocorrência foi registrado na Delegacia de Eunápolis. “O Democratas voltar a afirmar que repudia situações como essa que ferem o direito democrático de se disputar uma eleição no município e pede providências às autoridades”, repudiou em nota a sigla, presidida nacionalmente pelo prefeito de Salvador, ACM Neto.

Confira:

O Partido Democratas de Guaratinga vem a público repudiar a tentativa de ameaça contra a candidata a prefeita Marlene Dantas durante caminhada política na Rua da Torre, no Bairro Novo Horizonte, por volta das 17h40 desta quinta-feira, dia 22/10/2020, na sede do município.

Um grupo, com 15 pessoas, chegou em três veículos com adesivos do Partido dos Trabalhadores (PT), sendo uma caminhonete modelo Chevolet S10, uma VW Kombi e um Fiat estrada.

Um homem, identificado como Jean Clear, que é um dos líderes do partido de oposição juntamente com o grupo, desceram dos veículos e começaram a procurar pela candidata Marlene. Indagando aos apoiadores dela: “onde está a candidata de vocês?”, em seguida Jean Clear sacou uma arma de fogo para um grupo de apoiadores da candidata.

Marlene Dantas havia acabado de entrar na residência de um eleitor, durante uma caminhada pelas ruas do bairro, quando tomou conhecimento do fato que acontecia na rua e permaneceu na casa com medo. A polícia foi acionada e o grupo retomou aos veículos e saíram do local.

Após o momento apreensivo, a candidata se dirigiu a cidade de Eunápolis junto com as testemunhas para realizar o Boletim de Ocorrência sobre o caso.

O Democratas voltar afirmar que repudia situações como essa que ferem o direito democrático de se disputar uma eleição no município e pede providências as autoridades competentes.

23 de outubro de 2020,
Patrícia Dantas Martins
Presidente do Partido Democratas

Compartilhe