Barroso determina afastamento de Chico Rodrigues do cargo de senador

O ministro do Supremo Tribunal Federal Luís Roberto Barroso determinou, nesta quinta-feira (15), o afastamento de Chico Rodrigues (MDB-AM) do cargo de senador.

Em sua decisão, o ministro argumentou que o parlamentar pode aproveitar o cargo para dificultar as investigações sobre o desvio de R$ 20 milhões destinados ao combate à Covid-19 em Roraima.

Durante abordagem na casa do Senador ontem (14), a Polícia Federal encontrou cerca de R$ 30 mil. Rodrigues tentou esconder parte das cédulas dentro da cueca e entre as nádegas.

Por outro lado, Barroso negou pedido de prisão (inclusive domiciliar) e determinou a retirada do sigilo das investigações. Os vídeos que registram a busca na casa do senador deverão ser mantidos em cofre da Polícia Federal.

“A gravidade concreta dos delitos investigados também indica a necessidade de garantia da ordem pública: o Senador estaria se valendo de sua função parlamentar para desviar dinheiro destinado ao enfrentamento da maior pandemia dos últimos 100 anos, num momento de severa escassez de recursos públicos e em que o país já conta com mais de 150 mil mortos em decorrência da doença”, afirma o ministro.

 

Compartilhe