Após almoço com ministros, Bolsonaro visita Dias Toffoli

Presidente do Senado, Davi Alcolumbre, também foi ao encontro, na casa do magistrado, no Lago Norte, no início da noite deste sábado

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) visitou, neste sábado (3/10), o ministro Dias Toffoli, do Supremo Tribunal Federal (STF), na residência do magistrado, no Lago Norte. Bolsonaro saiu do Palácio do Alvorada por volta das 18h40. O presidente do Senado Federal, Davi Alcolumbre (DEM-AP), também participou do encontro.

Na última semana, Bolsonaro indicou o desembargador Kássio Marques para a vaga do decano do STF, Celso de Mello, que se aposenta no próximo dia 13 de outubro. Os ministros Dias Toffoli e Gilmar Mendes foram os únicos consultados da Corte.

A indicação de Marques foi oficializada na edição dessa sexta-feira (2/10) do Diário Oficial da União.

Dias Toffoli deixou a presidência da Suprema Corte em 10 de setembro. O ministro Luiz Fux assumiu o comando do STF.

Almoço
Durante o dia, o presidente reuniu alguns ministros e aliados no Palácio do Alvorada, um dia depois de mais um capítulo do desgaste entre os ministros da Economia, Paulo Guedes, e do Desenvolvimento Regional, Rogério Marinho.

Guedes, que não costuma comparecer aos almoços palacianos, estava presente. Marinho não.

O ministro Paulo Guedes, que normalmente não comparece aos almoços palacianos, esteve presente, segundo a assessoria dele. Marinho, não. De acordo com a assessoria do titular da pasta do Desenvolvimento Regional, ele foi convidado na sexta-feira (2/10) para participar do evento, mas, como já estava em São Paulo por causa de uma agenda, não pôde comparecer.

Entre os presentes, estavam os ministros general Augusto Heleno (Gabinete de Segurança Institucional), Ernesto Araújo (Relações Exteriores) e Marcos Pontes (Ciência e Tecnologia), o secretário Nabhan Garcia (Assuntos Fundiários) e o deputado federal Hélio Lopes (PSL-RJ), além do presidente da Fundação Palmares, Sergio Camargo.

Compartilhe