Lava Jato: Lula inicia investigação própria sobre dados da Odebrecht

A defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva abriu uma investigação privada para analisar dados da Odebrecht em busca de evidências que provem a inocência do petista no âmbito da Operação Lava Jato. As informações foram reveladas pelo portal Uol.

De acordo com o advogado de Lula, Cristiano Zanin, “o Judiciário da Lava Jato” impediu que eles tivessem acesso a diversos elementos que poderiam servir “para reforçar os argumentos” da defesa lulista. “Vamos usar da técnica da investigação defensiva”, explicou Zanin.

Para avançar nessa modalidade de investigação, o petista pediu documentos à construtora e ao Ministério da Justiça, além de buscar informações nas autoridades da Suíça. Para a defesa de Lula, seria uma maneira de indicar a inocência do ex-presidente.

Foram pedidos ao Ministério Público de Berna o acesso aos arquivos originais referentes às propinas da Odebrecht. Segundo os advogados do ex-presidente, os procuradores da Lava Jato teria usado informações manipuladas para iniciar uma investigação contra Lula.

O petista foi condenado duas vezes pela Justiça Federal do Paraná. Uma delas é referente ao caso do apartamento Tríplex no Guarujá e outra devido ao Sítio de Atibaia. Ambos os empreendimentos ficam em São Paulo.

Compartilhe