Vereador da base de ACM Neto cobra de Rui Costa explicações sobre compra de respiradores pelo Consórcio Nordeste

O vereador Téo Senna (PSDB) cobrou, nesta sexta-feira (12), um posicionamento sobre a compra malsucedida de 300 respiradores, por parte do governador Rui Costa (PT), que é presidente do Consórcio Nordeste e foi responsável pela transação. O parlamentar pede transparência no processo que, segundo ele, tem demonstrado haver irregularidades e falta clareza desde o início das negociações, afirmando que “Rui Costa deve explicações sobre esse desvio de recursos públicos”.

De acordo com o vereador, desde o ocorrido, todo dia surgem diversos fatores questionáveis, como a exoneração do secretário da Casa Civil Bruno Dauster. “Temos acompanhado diariamente pelos meios de comunicação uma verdadeira novela de péssimo gosto sobre os respiradores fantasmas. Segundo Rui, a exoneração do secretário foi para evitar que a investigação não seja técnica. E por que não falou isso antes do desligamento? E qual foi o interesse da Procuradoria-Geral do Estado em querer manter o processo de apuração da compra na justiça baiana?”, questionou Senna.

Para o vereador, essa não é uma questão de ‘politização’, como declarado pelo governador, e sim de responsabilidade e respeito para com a população: “Estamos falando de um prejuízo de quase R$ 49 milhões para os nove estados da região, sendo que R$ 9,8 milhões para a Bahia, no período de pandemia em que as pessoas estão passando por sérias dificuldades financeiras. Isso não é ‘politização’ é prezar pelo direito dessas pessoas, que pagam a conta ao final, de saber realmente o que está acontecendo”.

As possíveis irregularidades nas negociações da compra de respiradores, que nunca foram entregues ao Consórcio Nordeste, desencadearam a Operação Ragnarok. Em entrevista, nesta quinta, 11, o proprietário da Biogeoenergy, Paulo de Tarso, disse que não devolverá os R$ 24 milhões que recebeu à instituição porque não tratou da venda com o grupo e sim com o governo da Bahia. “Estão tentando minimizar a situação, mas a coisa está tão séria que quem fez a denúncia contra o governador Rui Costa foi a colega de partido, a governadora do Rio Grande do Norte, Fátima Bezerra. Os números de casos de covid-19 só aumentam e no final quem sai com o prejuízo é a população”, concluiu Téo Senna.

Compartilhe