Jorge Oliveira defende Bolsonaro após vídeo: ‘Em outros governos, quem falou bonito f**** nosso povo’

O ministro da Secretaria-Geral da Presidência, Jorge Oliveira, saiu em defesa de Jair Bolsonaro após a divulgação do vídeo da reunião interministerial do dia 22 de abril, citada por Sergio Moro no inquérito que apura suposta tentativa de interferência do presidente na Polícia Federal.

Por meio de postagem no Twitter, Oliveira, que chegou a ser cotado para substituir Moro no Ministério da Justiça e Segurança Pública, disse que o conteúdo divulgado não teve “nexo com o inquérito” e apenas expôs Bolsonaro usando “palavras não polidas buscando o melhor para o Brasil”. Ainda segundo ele, “em outros governos, quem falou bonito f****” o povo brasileiro.

“Conteúdo divulgado, sem nexo com o inquérito, apenas expõe o Presidente Jair Bolsonaro com palavras não polidas buscando o melhor para o Brasil. Em outros governos quem fala(ou) bonito f…(eu) nosso povo”, escreveu Oliveira.

O vídeo da reunião interministerial do dia 22 de abril foi divulgado após decisão do ministro Celso de Mello, do Supremo Tribunal Federal (STF). A gravação mostra Bolsonaro xingando João Doria, governador de São Paulo, e Wilson Witzel, governador do Rio de Janeiro. Além disso, também exibe o ministro da Educação, Abraham Weintraub, pedindo a prisão de ministros do STF; e o presidente cobrando uma troca na “segurança do Rio de Janeiro”.

Compartilhe