Após brigar com Weintraub, embaixador da China liga para Mandetta

Protagonista de um embate diplomático com o governo brasileiro, o embaixador da China em Brasília, Yang Wanming, anunciou nesta terça-feira (07/09) que conversou por telefone com o ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, e que os dois combinaram reforçar a cooperação entre os dois países para combater o coronavírus. O diplomata chinês destacou que a cooperação se dará “especialmente entre os dois ministérios da saúde”.

A ligação ocorre em um momento de tensão diplomática. Wanming exigiu pedidos de desculpas do Brasil – que não vieram oficialmente – após críticas, feitas pelo deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) e pelo ministro da Educação, Abraham Weintraub, que os chineses consideraram desrespeitosas e racistas.

O filho do presidente Jair Bolsonaro acusou a China de esconder do mundo informações sobre o coronavírus e o ministro da Educação fez postagem ridicularizando a maneira de falar dos imigrantes chineses.

Na postagem desta terça, Wanming não menciona os desentendimentos e fala apenas de Mandetta. Veja:

A ligação também foi noticiada pelo perfil da Embaixada da China no Brasil, que deu mais detalhes sobre como já está ocorrendo a cooperação médica entre os dois países. Veja imagens de conversas de profissionais chineses com médicos brasileiros:

Compartilhe