Líder do governo redupia ação contra Bruno Reis: “faz politicagem em meio à crise

O líder do governo na Câmara Municipal de Salvador, vereador Paulo Magalhães Jr (sem partido), repudiou a ação movida contra o vice prefeito Bruno Reis, questionando a distribuição de cesta básicas na capital baiana. “Acredito que seja desespero. Não há outra explicação. São nítidas as ações do poder executivo municipal, no intuito de amenizar os efeitos da crise provocado pelo coronavirus. Não há ilegalidade no fornecimento de alimentos para quem precisa. Salvador vive uma situação de emergência,” disse.

Para Magalhães, a ação é descabida. “As Secretarias de Combate a Pobreza e educação têm feito um trabalho brilhante. É vergonhoso, num momento como esse, estarem perdendo tempo, questionando as atribuições que competem à gestão e fazer politicagem a frente da fome e da dor de quem mais precisa. Não é hora de palanque político,” concluiu.

Compartilhe