Criticado por Lula, Moro reage: “Não respondo a criminosos”

Depois de ter sido criticado pelo ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), o ex-juiz e ministro da Justiça e da Segurança Pública, Sergio Moro, reagiu no Twitter, na tarde deste sábado (09): “Não respondo a criminosos, presos ou soltos. Algumas pessoas só merecem ser ignoradas”.

Lula deixou a Superintendência da Polícia Federal em Curitiba (PR), nessa sexta-feira 0(8), onde estava preso desde abril de 2018. Enquanto juiz da Lava Jato, Moro foi responsável pela condenação do petista no caso do triplex no Guarujá (SP) e foi quem determinou a prisão do político após a conclusão do julgamento em segunda instância pelo TRF-4.

Nesta tarde, o petista disse que precisa provar que o ministro de Jair Bolsonaro (PSL) é um “canalha”. Em seu primeiro discurso em liberdade, um dia antes, o líder político também falou sobre Moro. “Eu queria dizer ao ministro Sergio Moro que eles não prenderam um homem, eles tentaram matar uma ideia. Mas ideia não desaparece e eu quero lutar porque se existe uma quadrilha é da maracutaia que eles fizeram”, disse Lula.

 

Compartilhe