Na TV, Joice Hasselmann afirma: “Sou 100 por cento Moro”

A deputada federal Joice Hasselmann, ex-líder do governo Jair Bolsonaro (PSL) no Congresso Nacional, afirmou, na noite desta segunda-feira (21), que irá continuar a defender a atual gestão federal, desde que a agenda política seja mantida, especialmente o combate à corrupção. Segundo ela, o governo tão tem dado o empenho necessário ao ministro da Justiça, Sergio Moro, e ao seu pacote anticrime. Ela ressaltou que o ministro tem engolido sapos pelo bem do Brasil. “Sou Moro 100 por cento”, ressaltou. Em outro momento, reafirmou: “Sou 100 por cento lavajatista”.

“O ministro Sergio Moro é muito comprometido com o que o Brasil precisa”, disse. “Muitas vezes a gente tem que engolir esses sapos para avançar com as pautas importantes para o Brasil. Ele está muito comprometido em aprovar esse pacote anticrime. Eu entendo que ele passe por algum desgaste, engula ou outro sapo pelo bem do país, porque é um homem comprometido com o país. Eu sou 100 por cento Moro”.

Joice fez as declarações no centro do programa Roda Viva, da TV Cultura. Não poupou críticas aos filhos do presidente Jair Bolsonaro (PSO), em especial ao 03, Eduardo, e ao 02, Carlos, a quem acusa de capitanear uma “milícia virtual” para ataques nas redes sociais, da qual ela estaria sendo vítima.

E também criticou atitudes do presidente em prol dos filhos, como o que chamou de lobby em favor de tornar Eduardo líder do PSL na Câmara. “No que isso ajuda o país? Isso enfraquece o presidente. Isso me dói. Ver essas movimentações enfraquecendo um presidente da República. Eu quero que ele seja fortalecido, que seja um estadista. Parece uma coisa maluca: para proteger o presidente dos filhos dele, a gente tem que desagradar ao próprio presidente”.

Milícia virtual
Depois de destituída do cargo de líder, a deputada federal decidiu cair atirando. Na última quinta-feira (17/10/2019), Joice apontou o que, segundo ela, “todo mundo sabe”, numa referência ao que chamou de “milícia virtual” – defensores do governo que direcionaram ataques e críticas a ela nas redes sociais.

“São pessoas interligadas em todo Brasil, algumas recebendo para isso e outras não. Muitos robôs. Já sabia e não estou nem aí para isso”, denunciou.

Vai à Justiça
Mas, nesta segunda, Joice Hasselmann aparentemente sentiu o golpe. Tanto que anunciou que pretende acionar na Justiça o vereador Carlos Bolsonaro (PSC-RJ) e o deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) caso “não cessem” os ataques contra ela nas redes sociais.

“Os ataques são por orientação dos ‘filhotes’. Eles têm o mesmo modus operandi de sempre. Criam memes e vídeos apócrifos e espalham nos grupos e páginas. Alguns perfis são fakes. Há assessores envolvidos”, afirmou a parlamentar

Compartilhe