Venda de refinarias não mexe no preço dos combustíveis, diz Petrobras

O presidente da Petrobras, Roberto Castello Branco, garantiu nesta terça-feira, 8, que a venda de oito refinarias pela empresa não irá culminar no aumento do preço dos combustíveis para os consumidores. “A venda de refinarias pela Petrobras não mexe no preço dos combustíveis. O que altera o preço dos derivados nas bombas é a competição. A maior garantia para o consumidor é a competição, o custo pode até cair, mas aumentar não vai não”, respondeu, em audiência pública na Comissão de Minas e Energia da Câmara dos Deputados. “As refinarias no Brasil continuarão utilizando petróleo da Petrobras, dificilmente trarão de outros continentes”, completou.

Questionado sobre o impacto na economia brasileira decorrente dos desinvestimentos da empresa em diversas áreas, Castello Branco rebateu que o desenvolvimento econômico não pode ser o resultado de uma única empresa.

Ele citou os exemplos de Venezuela e Angola como países que apostaram em suas petrolíferas como motores da economia.

“Nenhuma empresa pode se jactar de ser o motor da economia nacional. Se a Petrobras foi o motor do Brasil, fez um mau trabalho, porque o PIB per capita brasileiro ainda é baixo. Toda empresa lucrativa pode contribuir para o desenvolvimento nacional, desde que seja lucrativa”, concluiu Castello Branco.

Compartilhe