Neto lamenta saída da Petrobrás da Bahia e culpa “governo do PT” ASSISTA

O prefeito de Salvador, ACM Neto (DEM), lamentou nesta quarta-feira, 11, durante coletiva de imprensa, a decisão da Petrobras de encerrar as atividades na Bahia.

O presidente nacional do Democratas disse que o ideal seria que a Petrobras continuasse com as atividades no Estado. Porém, lembrou que a construção do prédio, o edifico Torre Pituba, é objeto de uma das operações da Lava Jato.

Para Neto a situação da Petrobras é reflexo do período em que o governo do PT “usou e abusou” do poder.

“O governo do PT quebrou a Petrobras’, disparou o democrata.

ASSISTA Por Jones Almeida

 

 

Compartilhe