Argentina: Bolsonaro quer governos “com mesmos valores”, diz porta-voz

Porta-voz da Presidência da República, Otávio do Rêgo Barros, durante briefing, no Palácio do Planalto.

Sem citar nominalmente o apoio do Brasil ao presidente argentino, Maurício Macri, o porta-voz da Presidência da República, Otávio Rêgo Barros, disse na noite desta terça-feira (13) que o presidente Jair Bolsonaro (PSL) está do lado de “governos que compartilham dos mesmos ideais políticos” que orientam sua gestão.

“O presidente tem se posicionado em favor dos governos que compactuam com os mesmos valores da plena democracia, do livre mercado e das liberdades individuais que o Brasil tanto lutou para resgatar na última eleição. Ele já declarou por diversas vezes o desejo que a esquerda não retorne ao poder no subcontinente sul-americano”, disse Rêgo Barros.

A declaração foi feita durante uma conversa com jornalistas no Palácio do Planalto, depois de questionamentos feito por um repórter do jornal argentino Clarín sobre o futuro da relação entre os países, caso a chapa de Augusto Fernández e Cristina Kirchner vença as eleições. Nas prévias, Fernández venceu Macri.

O argentino pontuou que Bolsonaro foi chamado por Fernández de “racista, violento e misógino”, em entrevista à imprensa no seu país. O peronista afirmou, ainda, que “não tem problemas em ter problemas com Bolsonaro”. Sobre isso, o porta-voz disse que o presidente brasileiro não vai se pronunciar.

Compartilhe