ACM Neto diz que Prefeitura precisa conhecer projeto do VLT para analisar isenção

Durante coletiva realizada hoje (14) no Palácio Thomé de Souza, na qual apresentou o projeto de lei encaminhado à Câmara de Vereadores que cria programas como o de residência médica na rede municipal, o prefeito ACM Neto foi questionado pela imprensa sobre a proposta do governo do Estado de implantar um VLT na cidade e se o novo modal poderia ter isenção de ISS. “Sou favorável ao VLT. Mas a Prefeitura precisa conhecer o projeto para analisar isenção, já que, embora a palavra final seja da Câmara, cabe ao Executivo propor redução tributária”, declarou.

“Acho que o governador tem que conversar com a Prefeitura sobre o assunto. Isso nunca foi tratado. Não sabemos como esse projeto vai se encaixar na cidade, o plano de execução das obras, como vai ser a integração ao sistema de transporte. Precisamos saber”, acrescentou ACM Neto em conversa com os jornalistas.

O prefeito afirmou que já cobrou esses detalhes em conversa com técnicos da empresa responsável pelo projeto do VLT. E que se colocaria, mais uma vez, a favor da cidade na questão. “Facilitamos o metrô para o governo do Estado. Ao contrário do governo, que se negou a dar a licença do Inema para o BRT e tivemos que entrar na Justiça, atrasando a obra de quatro a cinco meses. Não farei a mesma coisa”, avisou.

ACM Neto também considerou normal a ida do governador Rui Costa à Câmara de Vereadores para apresentar o projeto do VLT e pediu que a base aliada ao Executivo municipal não faça o enfrentamento político, já que “esse não é o momento”.

Compartilhe