Camaçari: Elinaldo viaja à Brasília para assinar contrato referente ao empréstimo de US$ 80 milhões

O prefeito Elinaldo Araújo viaja nesta sexta-feira (14) para assinar o contrato com a Corporação Andina de Fomento (CAF) – conhecido como Banco de Desenvolvimento da América Latina – referente ao empréstimo de US$ 80 milhões (cerca de R$ 313 milhões). A assinatura ocorre em Brasília, no Distrito Federal. A informação foi dada nesta quinta-feira (13/6), pelo próprio gestor, durante a abertura da Oficina de Intercâmbio de Experiências, que acontece no Bahia Plaza Hotel, localizado em Busca Vida, na Costa de Camaçari.

Os fundos aprovados pela CAF serão destinados a obras do Programa de Integração e Desenvolvimento Urbano, Social e Ambiental do Município de Camaçari. Este é o primeiro empréstimo internacional da Prefeitura de Camaçari. Conforme o prefeito, “a assinatura do contrato representa a execução de importantes obras estruturantes, que vão alavancar Camaçari em todos os setores”, destacou.

Entre as intervenções contempladas pelo programa ao qual o valor do empréstimo se destina, o prefeito Elinaldo citou as que vão reduzir o tempo de viagem dentro da cidade, a exemplo da duplicação do Viaduto do Trabalhador, serviços de pavimentação e drenagem em diversas vias urbanas, além de requalificação de praças, campos, quadras, mercados municipais e outros equipamentos públicos.

Figuram ainda as ações previstas que devem contribuir com a inserção dos cidadãos no mercado de trabalho, e intervenções dirigidas a melhorar a qualidade do serviço educacional voltado para a primeira infância. “Vale destacar também os projetos para espaços estratégicos como a revitalização do Centro Histórico, a requalificação do Horto Florestal, a implantação da Vila dos Esportes e áreas relevantes para o turismo ao longo da Costa de Camaçari”, ressaltou.

OFICINA DE INTERCÂMBIO DE EXPERIÊNCIAS

Destinada aos técnicos e dirigentes da administração municipal, a Oficina de Intercâmbio de Experiências contou ainda com a participação de um grupo de especialistas da CAF. A iniciativa tem como objetivo realizar uma discussão sobre aspectos estratégicos para o desenvolvimento socioeconômico de médio e longo prazo do Município.

Divididas em três blocos (1 – Plano de Desenvolvimento Urbano; 2 – Plano de Desenvolvimento Econômico; e 3 – Estratégia Educacional), a oficina visa o fortalecimento institucional da Prefeitura com o órgão executor do programa, com base nas necessidades de fortalecimento previamente identificadas e acordadas quando da missão de avaliação do empréstimo.

Na abertura da atividade, o executivo da CAF no Brasil, Júlio Alberto Carrasco Flores, falou que ter a possibilidade de acompanhar e participar da oficina é muito gratificante. “A jornada da oficina será intensa e produtiva e servirá para contribuir com a execução do Programa de Integração e Desenvolvimento Urbano, Social e Ambiental do Município de Camaçari”, frisou.

O executivo fez questão de lembrar que a CAF é um banco parceiro de Camaçari. “Por isso, estaremos juntos no que depender da instituição para gerar agilidade no cumprimento das ações, que foram e poderão ser propostas”, concluiu.

Além das explanações realizadas por técnicos e dirigentes da administração municipal, no primeiro bloco, realizado na parte da manhã, a oficina teve a contribuição de representantes da Girus Soluções Em Turismo, da Agkf Serviços De Engenharia, do Comitê de Fomento Industrial de Camaçari (Cofic), e da Empresa Baiana de Águas e Saneamento (EMBASA), dentre outros.

No segundo bloco, realizado na parte da tarde, a oficina teve explanações realizadas por representantes do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada, do Instituto Euvaldo Lodi (IEL), do Serviço Brasileiro de Apoio à Micro e Pequena Empresa (SEBRAE), do O’Boticário, e do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai/CIMATEC), dentre outros.

A oficina se estende até sexta-feira (14/6), quando será esclarecido o terceiro e último bloco, que contará com a participação dos técnicos e dirigentes da Secretaria da Educação (Seduc), além de especialistas do Centro de Pesquisa da Fundação Ceibal, do Uruguai; e da Universidade Católica do Uruguai (UCR), dentre outros.

A ideia é que os participantes possam realizar uma revisão crítica das políticas e programas que Camaçari vem implementando, com destaque para as lições aprendidas e as oportunidades de aprimoramento que possam vir a fortalecer os planos de Desenvolvimento Urbano (melhorar a qualidade do ambiente urbano), de Desenvolvimento Econômico (melhorar a geração de emprego e renda) e a Estratégia Educacional (melhorar a qualidade do ensino e da educação) no município.

Durante a oficina, os profissionais trabalharão juntos para gerar um roteiro que permita ao município avançar nas estratégias desenvolvidas no âmbito das ações de governança e implementação previstas. Após a conclusão dos trabalhos, os especialistas convidados compartilharão com a CAF e a Prefeitura um documento que sistematizará os pontos discutidos quando das diferentes sessões de trabalho.

Realizado pela Secretaria do Governo (Segov), a iniciativa acontece em parceria com as secretarias de Desenvolvimento Econômico (Sedec), de Turismo (Setur), do Desenvolvimento Urbano e Meio Ambiente (Sedur), da Infraestrutura (Seinfra), de Esporte, Lazer e Juventude (Sejuv), dos Serviços Públicos (Sesp), da Fazenda (Sefaz), da Cultura (Secult), além da Superintendência de Trânsito e Transporte Público (STT).

Compartilhe