ASSISTA: Guedes sugere que Congresso retome o “protagonismo político”.

Brasília(DF), 2/1/2019 - Transmissão de cargo para Paulo Guedes - ministro da Economia. Foto: Rafaela Felicciano/Metrópoles

O ministro da Economia, Paulo Guedes, disse nesta terça-feira (04/06/2019) que a reforma tributária e o pacto federativo fazem parte da segunda etapa da agenda econômica para retirar o país da recessão e fazer com que o Congresso “retome o protagonismo” da classe política. A prioridade do governo, por sua vez, é a reforma da Previdência, que tramita na Casa desde fevereiro deste ano. “A Previdência é apenas o início. Assim que aprovada, no dia seguinte, tem que entrar a tributária na Câmara e o pacto federativo no Senado”, ressaltou.

Segundo Guedes, o país viveu um regime politicamente fechado durante a ditadura militar e, por isso, os recursos ficaram concentrados na União e, com isso, os estados e municípios ficaram sem poder. “É evidente que esse redesenho é a coisa mais importante que pode existir no Congresso. É retomar o protagonismo da classe política”, acrescentou.

Veja:

Compartilhe