Deputado Zé Cocá emite nota sobre operação da Polícia Federal em Lafaiete Coutinho

O deputado estadual Zé Cocá (PP), emitiu nota pública, através de sua assessoria de imprensa para explicar a operação da Polícia Federal, denominada Three Hills, desencadeada na manhã desta terça-feira (16) para apurar, conforme a PF, um esquema de fraude em licitações e desvios de verbas públicas em Lafaiete Coutinho. Segundo a PF, as investigações começaram em 2016, quando Cocá exercia o segundo mandato de prefeito do município. Em nota, o parlamentar diz ter conduta ilibada e que nunca participou de esquema fraudulento e nega a prática de ato ilícito, como teria informado à imprensa que também se baseou em nota, da PF.

”Foi veiculada notícia na imprensa informando de uma Operação da Polícia Federal, que cumpriu mandato de busca e apreensão em Lafaiete Coutinho e Salvador, visando apurar suposta fraude em licitações e desvio de verbas públicas, com a participação de terceiros. Quanto a tais fatos, o deputado Zé Cocá  ressalta que em mais de 10 anos na vida publica, sempre teve uma conduta ilibada, nunca participou de qualquer esquema fraudulento e também não praticou ato ilícito de desvio de recurso público. Informa ainda que confia na Justiça, e está à disposição para quaisquer esclarecimentos”, diz a nota do deputado.

A Polícia Federal ainda não informou o desfecho da operação, que teria cumprido mandados de busca e apreensão em Lafaiete. O nome da Operação remete à tradução para o idioma inglês do antigo nome de Lafaiete Coutinho (Três Morros).

Compartilhe