Cirurgia de Bolsonaro é adiada para depois da posse

O presidente eleito, Jair Bolsonaro, esteve no Hospital Israelita Albert Einstein, em São Paulo, nesta sexta-feira (23/11). Exames apontaram inflamação do peritônio – membrana que recobre as paredes do abdômen – e o procedimento para retirada da bolsa de colostomia foi adiado.

Segundo a equipe médica, Bolsonaro “encontra-se bem e mantém ótima evolução”. No entanto, exames de imagem mostram inflamação do peritônio e processo de aderência entre as alças intestinais. O presidente eleito será reavaliado em janeiro para definição do momento ideal da cirurgia.

Compartilhe