Bolsonaro: não sou risco à democracia, sou risco aos que têm esquema

Em sua primeira entrevista mais longa dada após ter sido atingido por uma facada, Jair Bolsonaro (PSL) negou que seja risco à sociedade e afirmou que está vivo por um milagre.

Se emocionando em diversos momentos, o candidato afastou a ideia de que seja responsável pelo clima de embate entre eleitores e espera voltar a fazer campanha a partir do próximo mês. Ainda de acordo com o candidato do PSL, o atentado contra ele foi “planejado” e com intenção “político”

“Não sou um risco à democracia eu sou risco aos esquemas deles”, disse ao responder a pergunta feita na entrevista concedida à rádio Jovem Pan de São Paulo e transmitida pela internet.

A entrevista foi concedida dentro do quarto do hospital Albert Einstein, em São Paulo. Da cama e cercado por aparelhos, o candidato do PSL ainda declarou que , se eleito, fará com que “os que mamam” nas estatais sejam desalojados dos cargos por indicação.

Compartilhe