Limpurb recolhe mais de 30 toneladas de resíduo no primeiro dia do Festival Virada

Assim que a última atração da primeira noite do Festival Virada Salvador chegou ao fim, as equipes de limpeza entraram em ação para organizar toda a Arena Daniela Mercury e as vias do entorno. Na manhã desta sexta-feira (29), a Limpurb recolheu 30.1 toneladas de resíduo na região da festa. Para garantir a higienização do local, foram utilizados 290 mil litros de água, 940 litros de detergente e 8 compactadores, 4 carretas pipa e 7 caminhões pipa.

No espaço, estão disponíveis 555 sanitários químicos e 21 contêineres climatizados. Esses equipamentos são higienizados de forma contínua durante o evento. Nessa primeira noite, três sanitários já sofreram ações de vandalismo. A operação de limpeza segue até o próximo dia 1º, numa grande mobilização para garantir que no menor tempo possível tudo esteja limpo.

Segundo o presidente da Limpurb, Kaio Moraes, às 5h da manhã, durante todos os dias de Festival, são iniciados os trabalhos de varrição, coleta e lavagem na Avenida Otávio Mangabeira e entorno. “O Réveillon acontece em uma área nova e nós preparamos um esquema especial para garantir a limpeza da região. Os serviços devem ser finalizados até as 8h para evitar transtornos no trânsito”, assegurou o presidente.

Na sequência, os agentes seguem para a praia e parte interna da Arena Daniela Mercury. Nessas áreas, todo o processo deve ser finalizado até as 11h. “Depois disso, o espaço já está pronto para receber mais um dia de Festival. E, assim como acontece no Carnaval, a pretensão é que não haja vestígios de que houve festa no dia anterior e todos possam curtir mais um dia”, completou Kaio Moraes.

A arena conta com um ponto para a coleta de reciclável, com o apoio de uma cooperativa que assume o papel de contribuir para a sustentabilidade. Esta ação é feita através da Secretaria Cidade Sustentável e Inovação (Secis), que disponibilizou aos 10 funcionários da cooperativa cerca de 80 big bags (sacos grandes), e os devidos Equipamentos de Proteção Individual (EPIs), com camisas, bermudas, bonés, botinas, luvas e protetor auricular.

Outros pontos – Além da operação na Arena Daniela Mercury, na Orla da Boca do Rio, onde acontecem os shows do Festival Virada Salvador, as ações alcançam toda a Orla marítima, desde São Tomé de Paripe até Ipitanga. São 232 agentes atuando no Festival. Contabilizando o trecho de toda a Orla, são mais de 1,6 mil colaboradores. E no restante da cidade, a coleta segue regularmente.

Compartilhe