ACM Neto autoriza construção de posto de saúde em Mata Escura

O prefeito ACM Neto assinou, nesta sexta-feira (07), a ordem de serviço para construção de um novo posto de saúde em Mata Escura. No total, será investido mais de R$ 1 milhão para implantação do equipamento, que possibilitará a ampliação da cobertura assistencial para 100% da população local na atenção primária. Com mais de mil metros quadrados de área construída, o novo posto contará com três equipes de saúde da família e quatro equipes de saúde bucal, compostas por médicos, enfermeiros, dentistas e auxiliares, técnicos de enfermagem e agentes comunitários de saúde, que realizarão o acompanhamento domiciliar dos pacientes.

Durante o ato, ACM Neto exaltou os esforços da administração para cumprir o compromisso de priorizar a saúde pública na capital, sobretudo nas localidades onde a população depende exclusivamente dos serviços oferecidos pelo SUS. “Quando assumi a Prefeitura, o déficit da saúde primária era algo absurdo. Salvador era a cidade com a pior cobertura entre as capitais brasileiras. Sabíamos que o primeiro desafio era ampliar essa cobertura. Felizmente, em quatro anos, Salvador saiu de 18% para 45% de cobertura na atenção básica. Isso tudo colocando recursos e reestruturando a nossa rede”, destacou Neto.

A expectativa é que essa Unidade de Saúde da Família seja entregue em 12 meses. De acordo com o secretário da Saúde, José Antônio Rodrigues Alves, esse novo posto reforçará os serviços realizados no Distrito Sanitário, que em 2013 tinha apenas 12% de cobertura da atenção básica. “Deflagramos um grande processo de requalificação da saúde local, inclusive com uma reforma importante na unidade básica que funciona aqui em Mata Escura, e encerramos o ano passado conseguindo assistir 38% da população local. Nossa expectativa com esse novo posto é mais que dobrar a oferta dos serviços na localidade e garantir 100% da população coberta”, destacou o gestor.

Balanço – Desde 2013, a Prefeitura já construiu, reformou ou reconstruiu 173 unidades de saúde em diversas localidades da capital baiana. No início da gestão, Salvador ocupava o último lugar em cobertura de atenção básica entre as capitais. Hoje, é destaque em todo o país por ser a cidade que mais expandiu o indicador no segmento, saltando de 18% para 45% dos soteropolitanos assistidos pela saúde básica. O salto também é significativo na ampliação da cobertura de saúde da família, que passou de 13,3% em 2013 para 31,2% atualmente.

Compartilhe