Deputada pede desculpa por chamar governador de ‘viado’; veja vídeo

Depois de ter um áudio seu chamando o governador do Mato Grosso, Pedro Taques (PSDB), de “viado” divulgado nas redes sociais, a deputada estadual Janaina Riva (PMDB/MT) pediu desculpas publicamente nesta terça-feira ao tucano.

No vídeo de desculpas, Janaína começa dizendo que é um assunto chato ter vazado o áudio e diz: “quero pedir desculpas ao governador e à comunidade LGBT. De forma alguma eu quis ofender a honra do governador nem quis apelar para esse lado sexual”.

A deputada diz que usou a expressão viado “como se fosse um palavrão”, mas sem querer ofender aos gays nem ao governador.

 Ela pede, ainda que as pessoas não compartilhem seu áudio xingando o governador Pedro Taques e diz que Mato Grosso tem outros assuntos mais relevantes a se tratar. “Acho que isso talvez não deva estar sendo tratado como está, como se fosse o maior dos absurdos do mundo. Quem nunca errou?”, questiona. “Mas o melhor de tudo isso é se arrepender e depois pedir desculpas”.
Na sequência, a deputada divulgou em seu facebook um vídeo ao lado de um representante do Movimento LGBT conhecido no estado no qual ele atesta que ela sempre foi defensora dos homossesuais. Neste vídeo, ela se coloca como a “condenada do dia”. O ativista Menotti Griggi diz que ela já foi madrinha da Parada Gay e trabalhou muito junto com a parlamentar. “A gente não pode julgar uma pessoa sem olhar o passado”, diz.

De acordo com a assessoria da Assembleia do Mato Grosso, até o momento não houve nenhuma denúncia contra a parlamentar na Comissão de Ética da Casa por conta da fala.

A assessoria do governador Pedro Taques disse que por enquanto ele não vai se manifestar sobre o assunto.

Não é a primeira vez que a deputada Janaína Riva, única mulher na Assembleia do Mato Grosso, vira notícia. Em meados de maio ela teve uma foto íntima de camisola vazada na internet. Riva fez boletim de ocorrência acusando o secretário de comunicação do governo do Mato Grosso, Kleber Lima, em grupos de watsapp.

A deputada também publicou em sua página ato de desagravo da assembleia ao secretário e solicitando a ele um pedido de desculpas formal. Segundo o texto, o secretário replicou a foto de Janaína de camisola com os dizeres: “quem iria invadir a privacidade da ilustre deputada se ela mesma o faz?”.

Janaina Riva tenta emplacar no Legislativo uma Comissão Parlamentar de Inquérito para investigar grampos ilegais que estariam sendo feitos nos telefones dos parlamentares.

 ASSISTA
Compartilhe