Vereador denuncia compra de votos em Feira e promotor diz que vai apurar o caso

Sempre envolvido em declarações polêmicas, o vereador David Neto denunciou, na tribuna da Câmara Municipal, que houve compra de votos na eleição do mês de outubro. O suposto crime eleitoral teria sido praticado por candidatos ao Legislativo Municipal.

Apesar de ter feito a denúncia, o parlamentar não divulgou o nome do candidato que teria comprado votos.

Ao tomar conhecimento da denúncia através da imprensa, o promotor Tiago Quadros, do Ministério Público do Estado (MPE), enviou um ofício convidando David Neto para comparecimento à sede do MPE.

“Instaurei um procedimento e encaminhei um ofício para que ele traga os esclarecimentos e assim apuremos o que houve”, declarou o promotor.

Há cerca de dez dias, o vereador também denunciou, em discurso na Câmara, que cinco candidatos do seu partido, o Democratas, estariam respondendo a denúncias de crime eleitoral. Um deles teria usado um órgão público para distribuir mais de 500 cestas básicas no período eleitoral. Na oportunidade o vereador também não divulgou nomes.

Compartilhe