Paulo Souto defende criação de Controladoria Geral do Estado

A implantação de uma controladoria geral na estrutura do governo estadual é uma necessidade reconhecida pelo pré-candidato oposicionista a governador, Paulo Souto (DEM). ?O atual governo chegou a 32 secretarias e, no entanto, não implantou um órgão tão importante quanto uma controladoria?, observa.

Souto defende a criação imediata de uma estrutura interna de controle. ?No caso de eleito, ainda no primeiro ano de mandato, trabalharei pela implantação da Controladoria Geral do Estado?, garante. A Bahia é o único estado do Nordeste que ainda não tem uma Controladoria Geral do Estado.

O órgão tem por finalidade assistir diretamente o governador no desempenho de suas atribuições quanto aos assuntos e providências atinentes, no âmbito do Poder Executivo, ? defesa do patrimônio público, ao controle interno, ? auditoria pública, ? correição, ? prevenção e combate ? corrupção e ao incremento da transparência da gestão no âmbito da administração pública estadual.

Compartilhe