MEC vai exigir carga horária no SUS para estudantes de medicina

Os cursos superiores  de medicina vão mudar a partir de 2016. Entre as alterações previstas estão a aplicação de uma prova bienal aos estudantes e a reserva de 30% da carga horária do internato na atenção básica e em serviço de urgência e emergência do SUS. As propostas fazem parte de um parecer do Conselho Nacional de Educação, homologado na sexta-feira (6) pelo ministro da Educação, Henrique Paim. Segundo o documento, as graduações terão um ano para aplicar as novas diretrizes ? s turmas abertas após a data de ontem. Quem já está cursando medicina pode optar por concluir o curso sem seguir as novas regras. Com a aprovação do texto, estudantes de medicina terão de fazer, a partir de 2016, exames bienais para comprovar o conhecimento adquirido no curso. O resultado será classificatório para o ingresso na residência. O Inep – órgão do MEC responsável pelo Enem – será o responsável por realizar o exame.

Compartilhe